Escolhendo seu cabo HDMI

Se você resolveu, assim como eu, trocar aquela sua velha TV de tubo por uma LCD/LED novinha ou então resolveu comprar aquele player de Blu-Ray ou na melhor das hipóteses você adquiriu um Playstation 3 ou um Xbox 360 já deve ter se deparado com este formato até que “simpático” de plug, o HDMI (High-Definition Multimedia Interface). Pois é vou contar meu caso:

Simplifica tudo em um cabo só, mas pesquise antes para não ter dor-de-cabeça

Comprei minha TV nova e resolvi aproveitar o potencial dela e encarar um PS3. Até aí tudo beleza, eu cheguei em casa com aquela caixa contendo meu brinquedinho novo. Bom, abri e vi que veio somente o cabo AV (Vídeo composto), aquele RCA com duas pontas que estamos acostumados desde nossos antigos e moribundos videocassetes. Como eu já sabia que com esse tipo de cabeamento eu não iria aproveitar ao máximo a resolução nem do video game e nem da TV, teria que apelar para um cabo de vídeo componente (que é parecido com o composto, mas com mais pontas e suporte a resoluções maiores) ou então um HDMI. Não deu outra, fui de HDMI na cabeça.

A vantagem principal do HDMI é que tudo é transmitido por um cabo só, um plugue só. Pequeno, semelhante ao formato do USB. Peguei o carro e parti para a loja de informática mais próxima que estava aberta (já era depois do horário comercial). Aí que vem o meu azar… eu não conhecia nada de HDMI pra poder escolher um cabo bom, então fiz o que qualquer pessoa sensata faria: comprei o primeiro que vi.

Chegando em casa, vou testar o brinquedinho. Pluguei o PS3 na TV e liguei. Chegando na parte de configuração de resolução que eu percebi que minha escolha não foi das melhores. Pra início de conversa, o video game colocou a resolução padrão baixa (480p). Pensei “Beleza, vou mudar aqui e fica certinho!”. Errado, quando fui setar no Full HD (1080p) eu já vi o erro. Ou melhor, não vi nada! Depois de alguns segundos, a tela voltou. Olhando estranho, eu tentei (mais algumas vezes) e a mesma coisa. Aí resolvi tentar ir no automático. Magicamente foi, porém limitou-se a 720p.

Mas eu já tava ansioso msm, deixei nessa resolução e fui jogar. Depois fui fazer o que qualquer pessoa sensata e com acesso a internet faria: Pai Google. Depois de algumas googladas, achei o problema: o cabo (Muito obrigado, Capitão Óbvio).

Concluindo de forma curta e grossa: Quando for comprar seu cabo HDMI, independente de tamanho, marca ou conectores banhados a ouro, verifique primeiro se ele é versão 1.3 e se suporta resolução Full HD (1080p).

Um comentário em “Escolhendo seu cabo HDMI

Os comentários estão desativados.